sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Ator na Vida

Ator na vida, ator na sorte, ator na corte, ator na morte, entre os versos que prestei , entre os versos que surrei, amarras que desatei, amores que inventei dores que forjei acordes que toquei, nenhum som nenhum tom, nenhum dom.


Outrora acordarei, outra dormirei, outrora despertarei do meu sonho amargo, outrora viverei, outrora simplesmente assistirei a assintomática vida tomar cabo de mim.

Dentre as coisas que senti, entre os fatos que corri, os sabores que senti, as mulheres que dormi, as MENTIRAS que ESCOLHI, as verdades que não vi.

Nada soa tão ineficiente e constante quanto, Deus, Homem e a morte



Eduardo Manciolli

2 comentários:

  1. Fernando "seitudo" Freire19 de setembro de 2009 13:14

    grande Godfather!!! nota 10 seu blog! continue firme aí irmão, q a gente da uma força daqui! abração

    ResponderExcluir
  2. Manciolli, sabe usar as palavras pra expressar até mesmo o garande sentimento de vazio que todo mundo experimenta vez ou outra....e até essa sensação fica linda em suas palavras. Parabéns!

    ResponderExcluir